Em um estado de alergia (à lactose ou caseína), doença, infecção ou lesão, como trauma, queimaduras ou cirurgia que podem causar um estado hipermetabólico. A suplementação da proteína é geralmente necessária porque nestes casos, os pacientes geralmente têm dificuldade em atender suas necessidades energéticas e de proteínas consumidas nos alimentos.

Outras situações que podem requerer suplementação de proteína são quando um vegetariano estrito está participando de treinamento atlético pesado e desempenho, ou quando uma mulher grávida está em seu terceiro trimestre.

Em situações em que pacientes praticantes ou não de atividade física, desejam ter uma alimentação balanceada, equilibrando todos os nutrientes que uma reeducação alimentar determina e ainda desejam prevenir-se de doenças degenerativas, ou simplesmente melhorar seu desempenho físico na academia.

Seja qual for o caso, as necessidades de proteínas são altamente individuais e subjetivas, dependendo da saúde do indivíduo e de inúmeros cálculos para saber a exata proporção necessária de ingestão de proteína (complementada com a proteína do soro do leite!) para aquele indivíduo.

Portanto, antes de comprar um porte de proteína, caseína ou whey protein, procure saber mais sobre a sua saúde, realize testes para identificar possíveis alergias e entenda melhor as diferenças sutis entre um pote de whey protein e outro. Essa diferença pode determinar a eficácia ou não do seu tratamento.

Publicações Recentes